publicidade

Vendas de materiais de construção crescem 3% em 2013, indica associação

O resultado de dezembro, no entanto, apresentou queda de 6,1% em relação ao mesmo período de 2012. Na comparação com novembro, o recuo é ainda maior, com variação negativa de 16,1%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 21/01/2014 10:12

Agência Brasil

São Paulo - O faturamento com as vendas de materiais de construção no mercado interno cresceu 3% em 2013, na comparação com o ano anterior, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (21/1) pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). O resultado de dezembro, no entanto, apresentou queda de 6,1% em relação ao mesmo período de 2012. Na comparação com novembro, o recuo é ainda maior, com variação negativa de 16,1%.

As vendas no ano passado ficaram abaixo da previsão feita pela entidade, que apontava perspectiva de crescimento de 4%. A Abramat esperava uma recuperação do setor no último mês do ano, mas o movimento foi inverso. O resultado ruim de dezembro reverteu a tendência de elevação que era observada desde a metade do primeiro semestre.

Para este ano, a estimativa é de um acréscimo de 4,5% nas vendas. De acordo com a associação, essa previsão tem como parâmetros a manutenção e a ampliação dos estímulos do governo federal ao consumo no varejo, a recuperação “mais vigorosa” do segmento imobiliário e a aceleração das obras de infraestrutura.

Leia mais notícias em Economia

Em relação aos itens básicos, o faturamento apresentou crescimento de 1,2% no ano passado, na comparação com 2012. Em dezembro, por outro lado, houve queda de 8,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. O nível de emprego nas indústrias de materiais básicos caiu 2% no último mês de 2013.

O faturamento com as vendas dos materiais de acabamento também teve variação positiva em 2013, com 6,2% de acréscimo em relação ao ano anterior. O resultado de dezembro, no entanto, foi negativo, com taxa de -1,1% ante igual período de 2012. O nível de emprego nesse segmento cresceu 3,1% na comparação anual.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade