publicidade

Governos e entidades discutem estratégias para reforma previdenciária

Levantamento aponta que a população de idosos será quatro vezes maior em 2050

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 28/01/2014 20:29

Guilherme Araújo

Novas estratégias para uma possível reforma previdenciária no Brasil será discutida nesta quarta-feira (29/01), em Brasília, entre o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, e representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Um levantamento feito entre a pasta e o BID aponta que a população de idosos será quatro vezes maior em 2050 e, se o governo federal não elaborar estratégias para melhorar o sistema previdenciário, as pessoas com mais de 65 anos terão que trabalhar depois da idade exigida pelo governo para aposentar.

O mesmo levantamento aponta que, hoje, a cada 10 trabalhadores autônomos, apenas três contribuem para o Instituo Nacional do Seguro Social (INSS), o que pode acarretar uma população pobre de idosos. No país, os homens só podem aposentar após 35 anos de contribuição. As mulheres devem completar 30 anos de prestação de serviço.

O estudo “Melhores aposentadorias, Melhores trabalhos”, que analisa também a situação em toda a América Latina e Caribe, será lançado amanhã, às 9 horas, no auditório do Ministério da Previdência. Os dados apontam ainda que o investimento em um sistema de aposentadoria custaria 1.2% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Questionado sobre o pagamento de benefícios para trabalhadores rurais que nunca contribuíram, um dos autores do livro e especialista de Mercado de Trabalho e Seguridade Social BID Mariano Bosh ressaltou que o livro “propõe uma reforma previdenciária eficaz ao Brasil e fornece algumas maneiras para solucionar problemas existes como esse”.

Estatísticas

Saiba qual é a atual situação previdenciária no Brasil:

. Três em cada 20 pessoas com mais de 65 anos não tem aposentadoria
. A maioria dos aposentados recebe, em média, 20 dólares ou menos por dia
. 40% dos trabalhadores não economizam para a aposentadoria
. 25% dos profissionais da classe média são informais
. Menos de três em cada dez trabalhadores autônomos poupam para receber o benefício após aposentar
. Para cada aposentado existem dez trabalhadores potenciais;
. Apenas três em cada 20 trabalhadores de baixa renda poupam para a aposentadoria


Veja a previsão para 2050


. Somente sete em cada dez adultos em idade de se aposentar terão economizado para tal fim
. Quadruplicará o número de pessoas com 65 anos ou mais no Brasil
. Entre 15 e 22 milhões de pessoas não terão economizado para a aposentadoria
Para cada aposentado existirá três trabalhadores potenciais


Saiba a estratégia que poderá resolver os entraves previdenciários e quanto custaria aos cofres públicos:

. Investir em um sistema de aposentadoria anti-pobreza
. Elaborar uma estratégia de formalização do trabalho
. A execução do plano custaria 1,2% do PIB no Brasil


Fonte: Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Ministério da Previdência Social, estudo “Melhores Aposentadorias, Melhores Trabalhos”.

publicidade

Tags:

publicidade