publicidade

Wall Street fecha em alta: Dow Jones +0,57%, Nasdaq +0,35%

Dow Jones avançou 90,68 pontos a 15.928,56 unidades e o tecnológico Nasdaq, 14,35 pontos a 4.097,96

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 28/01/2014 21:11

France Presse

Nova York - Wall Street se recuperou nesta terça-feira (28/1) e fechou em alta, impulsionada pelos bons resultados de empresas e indicadores globais da economia, observando de perto a reunião do Federal Reserve (Fed) norte-americano: o Dow Jones ganhou 0,57% e o Nasdaq, 0,35%.

O Dow Jones avançou 90,68 pontos a 15.928,56 unidades e o tecnológico Nasdaq, 14,35 pontos a 4.097,96, apesar da queda de cerca de 8% da Apple.

O índice ampliado Standard & Poor's ganhou 0,61% (+10,94 unidades) a 1.792,50 pontos.

Seguindo a tendência das bolsas asiáticas e europeias que viram uma melhoria nos mercados de câmbio dos países emergentes, a bolsa de Nova York voltou à calma.

A volatilidade, que se mede pelo índice VIX, chamado "índice do medo", perdeu 9,18% durante a sessão depois de ter disparado nas anteriores.

Apesar da queda inesperada dos pedidos de bens de consumo duráveis nos Estados Unidos em dezembro ter freado a recuperação do mercado na abertura, os bons indicadores sobre a confiança dos consumidores norte-americanos em janeiro tranquilizou a bolsa durante a manhã.

leia mais notícias em Economia


"Parece que os norte-americanos têm uma percepção mais otimista da economia, que têm mais confiança em suas próprias perspectivas de emprego" e sua capacidade de compra, comentou Bill Lynch, de Hinsdale Associates.

No setor imobiliário, os preços das casas subiram em novembro nos Estados Unidos pelo vigésimo segundo mês consecutivo, conforme as expectativas.

Wall Street também acompanhou de perto o começo, durante a tarde, de uma reunião de política monetária do Fed, a última sob a presidência de Ben Bernanke, que na sexta-feira será substituído por Janet Yellen.

Resultados trimestrais que superaram as expectativas em vários setores da economia norte-americana, com a publicação da fabricante de automóveis Ford, da química DuPont, do laboratório farmacêutico Pfizer ou da operadora Comcast contribuíram para o entusiasmo dos corretores. A Apple, por outro lado, decepcionou, o que incidiu no Nasdaq.

O mercado de títulos subiu. O rendimento do bônus do Tesouro a 10 anos caiu a 2,746% contra 2,766% na segunda-feira à noite e o de 30 anos a 3,672% contra 3,680%.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade