publicidade

Financiamento da redução da conta de luz não preocupa Mantega

"O que vai haver o ano inteiro, mensalmente, [ainda] não foi apurado. [Há] R$ 9 bilhões para colocar na CDE este ano e cada mês a gente apura qual é a necessidade", disse Mantega

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 03/02/2014 13:47

Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, minimizou um possível problema com a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) que, em 2014, pode ter recursos insuficientes para cobrir as despesas do fundo, que financia a redução da conta de luz.

“O que vai haver o ano inteiro, mensalmente, [ainda] não foi apurado. [Há] R$ 9 bilhões para colocar na CDE este ano e cada mês a gente apura qual é a necessidade. Ainda não foi apurado o valor”, disse Mantega, após participar da posse de ministros no Palácio do Planalto.

Leia mais notícias em Economia

Após a solenidade, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, chegou a admitir que o Tesouro Nacional estuda novos aportes para a CDE para compensar os gastos . Segundo especialistas, a falta de chuvas, que aumenta o preço da energia de curto prazo, e o novo modelo do setor elétrico, que privilegia o subsídio às tarifas, pressionam as contas da CDE.

publicidade

publicidade