publicidade

Déficit acumulado da balança comercial cresce 36,4% em 2014

Com o resultado, o déficit da balança comercial atinge US$ 5,761 bilhões em 2014, valor 36,4% maior do que o registrado no mesmo período de 2013

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 10/02/2014 16:00

Agência Brasil

Depois de fechar janeiro com o maior déficit em 20 anos, a balança comercial (diferença entre exportações e importações) mantém o resultado negativo em fevereiro. Segundo números divulgados nesta segunda-feira (10/2) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o país importou US$ 1,703 bilhão a mais do que exportou nos nove primeiros dias deste mês.

Com o resultado, o déficit da balança comercial atinge US$ 5,761 bilhões em 2014, valor 36,4% maior do que o registrado no mesmo período de 2013. No acumulado do ano, as exportações somam US$ 19,284 bilhões, com queda de 1,8% pela média diária. As importações continuam crescendo e totalizam US$ 25,045 bilhões em 2014, alta de 1,9% também pelo critério da média diária.

Leia mais notícias em Economia


Segundo o Ministério do Desenvolvimento, a queda das exportações na primeira semana de fevereiro foi puxada pelos produtos básicos, cujas vendas para o exterior caíram 24,6% em relação aos mesmos dias do ano passado. Os produtos que apresentaram pior desempenho foram petróleo em bruto, milho em grão e algodão em bruto. As exportações de bens manufaturados caíram 19,4%, e as vendas de semimanufaturados recuaram 18,1% na mesma comparação.

As importações foram impulsionadas principalmente pela compra de combustíveis e lubrificantes, que aumentaram 43,4% nos primeiros dias de fevereiro em relação ao mesmo período do ano passado. A alta foi provocada também pelos gastos com aparelhos eletroeletrônicos (12,5%), cereais e produtos de moagem (6%) e plásticos (3,2%).

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade