publicidade

Safra de grãos é estimada pela Conab em 193 milhões de toneladas

A previsão é 3,6% superior à safra passada, quando foram colhidas 186,9 milhões de toneladas de grãos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 11/02/2014 13:16

Agência Brasil

A próxima safra de grãos brasileira vai romper a barreira dos 190 milhões de toneladas, pela primeira vez, de acordo com o 5º levantamento da produção para o período 2013/2014, divulgado nesta terça-feira (11/2) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). De acordo com a previsão, o volume total a ser colhido pelos agricultores em todas as regiões produtoras alcançará 193,6 milhões de toneladas.

Essa previsão é 3,6% superior à safra passada, quando foram colhidas 186,9 milhões de toneladas de grãos. Porém, em relação ao levantamento anterior, de 9 de janeiro último, a previsão é 3,1 milhão de toneladas menor, devido à redução da colheita prevista de milho, queda já esperada devido aos preços desestimulantes e ao elevado estoque desse grão.

O presidente da Conab, Rubens Rodrigues do Santos, disse que havia uma preocupação com o veranico (estiagem) de janeiro nas regiões produtoras, “mas isso não afetou os produtores, conforme demonstram os números desse levantamento. O armazenamento de água no solo foi suficiente para manter as culturas e as expectativas favoráveis foram confirmadas”.

A soja continua como destaque da safra de grãos do país, com um crescimento de 10,4%, o equivalente a 8,5 milhões de toneladas a mais do que a safra anterior, com uma produção estimada em 90 milhões de toneladas para a safra atual. O arroz também teve bom desempenho, com um aumento de 5,9%, o equivalente a 12,5 milhões de toneladas a serem colhidas. A safra de feijão cresceu 38,6% nas estimativas de produção, passando de 964,6 mil para 1,3 milhão de toneladas.

Leia mais notícias em Economia

A situação foi classificada como “extremamente positiva” pelo presidente da Conab. Mesmo no caso do milho, a Conab ainda aguarda uma definição dos produtores sobre a continuação do plantio ou a substituição por outra cultura.

Técnicos da Conab também fizeram uma estimativa sobre o total da área plantada para a safra de grãos. Segundo eles, o plantio deve chegar a 55 milhões de hectares, com um crescimento de 3,2% em relação à área de 53,26 milhões de hectares da safra 2012/2013. Os dados para o levantamento foram colhidos nas principais regiões produtoras do país entre os dias 20 e 24 de janeiro. O próximo levantamento deverá ser divulgado no dia 12 de março.

O diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, João Marcelo Intini, disse que a questão da estiagem nessa época do ano em algumas regiões produtoras é “recorrente”. A estiagem, disse, não causa preocupação quanto às estimativas da safra de grãos. Por isso, acrescentou, mesmo com a estiagem, há uma expectativa otimista também quanto à manutenção das exportações do setor.

O levantamento da Conab verificou que a soja teve o maior crescimento nas estimativas da safra, com mais 6,9% na área plantada, passando de 27,7 milhões para 29,7 milhões de hectares. Outras culturas, como arroz, feijão, algodão, mamona, girassol e amendoim segunda safra também apresentaram elevação para plantio. Já o milho teve redução de 5,2%, passando de 6,8 milhões para 6,4 milhões de hectares.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade