publicidade

Mantega se encontra com analistas para evitar o rebaixamento do país

Ministro da Fazenda se reúne com analistas do mercado a fim de reverter o pessimismo sobre a economia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 25/02/2014 06:04 / atualizado em 25/02/2014 08:25

Victor Martins

Em mais uma tentativa de recuperar a credibilidade do governo e da política econômica, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, reuniu-se ontem, em São Paulo, com alguns dos principais economistas do mercado financeiro. O encontro, como antecipou o Correio na última sexta-feira, seria oficialmente conduzido pelo secretário de Política Econômica, Márcio Holland, mas, do início ao fim, foi Mantega quem ouviu as críticas e fez ponderações. Apesar disso, apenas no fim do dia o encontro apareceu na agenda do ministro.

Leia mais notícias de Economia


Na reunião, que ocorreu na sede regional do Banco do Brasil, o ministro detalhou como o governo pretende alcançar a meta de superavit primário (economia para pagar os juros da dívida), de 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB), e garantiu que ele e a presidente Dilma Rousseff estão empenhados diretamente na missão.

“Ficou claro que o nome do jogo é Standard & Poor’s”, disse um dos participantes. “O governo quer reverter a visão da agência de classificação de risco e dos investidores internacionais sobre o Brasil, pois não está disposto a passar pela humilhação de sofrer um rebaixamento da nota de crédito atribuída ao país.” Parte dos analistas avaliou ser possível cumprir a meta fiscal, mas o voto de confiança está condicionado aos resultados das contas públicas nos próximos meses.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

publicidade

publicidade