publicidade

Economia grega em grave crise econômica voltará a crescer em 2014

O índice de desemprego continuará sendo um dos mais elevados da União Europeia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 25/02/2014 12:22

France Presse

A Grécia, país da Eurozona em grave crise econômica, voltará a crescer em 2014 e a tendência deve registrar aceleração em 2015, com melhores níveis de desemprego e endividamento, segundo estimativas da Comissão Europeia.

O Produto Interno Bruto (PIB) grego sofreu em 2013 a quinta contração anual consecutiva (-3,7%), mas segundo os cálculos da Comissão o país deixará a recessão em 2014, com um crescimento de 0,6%, que deve chegar a 2,9% em 2015.

O índice de desemprego continuará sendo um dos mais elevados da União Europeia, mas cairá de 27% da população ativa em 2013 a 26% este ano e 24% em 2015.

E a dívida pública de Atenas, que desde o início da crise registrou um crescimento vertiginoso, parece ter alcançado o teto: cairá de 177,3% do PIB em 2013 a 177% em 2014, e depois a 171,9% em 2015, destaca a Comissão.

A Comissão Europeia (executivo da União Europeia) ressalta que "os avanços em termos de estabilidade orçamentária e competitividade respaldam a confiança e a recuperação do país".

A Grécia evitou declarar uma moratória da dívida graças a programas de resgate internacionais que totalizaram 240 bilhões de euros e a um perdão de EUR 107 bilhões de seus credores privados.

Leia mais notícias em Economia

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade