publicidade

Cooperativas passam a recolher contribuições a Fundo Garantidor

O Banco Central publicou as regras sobre a apuração e o recolhimento das contribuições nesta quinta-feira (6/2)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 06/03/2014 12:52

Agência Brasil

As cooperativas farão a primeira contribuição ao Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop), no dia 25 de abril. Nesta quinta-feira (6/2) o Banco Central publicou as regras sobre a apuração e o recolhimento das contribuições. O fundo é destinado às cooperativas singulares de crédito e aos bancos integrantes do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo.

De acordo com o BC, a partir desses normativos, as cooperativas associadas ao fundo ficam obrigadas a apurar os valores até o dia 20 do mês seguinte e de efetuarem o recolhimento até o dia 25, também do mês subsequente. O primeiro recolhimento deverá ser efetuado em abril de 2014, com base no saldo apurado em 31 de março.

Leia mais notícias em Economia

O objetivo do FGCoop é prestar garantia de crédito nos casos de intervenção ou liquidação extrajudicial de instituição associada até R$ 250 mil por pessoa. A contribuição mensal ordinária das instituições associadas ao FGCoop será equivalente a 0,0125% dos saldos das obrigações garantidas, que abrangem as mesmas modalidades protegidas pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) dos bancos, tais como depósitos à vista e a prazo, letras imobiliárias e outros. Em novembro do ano passado, o Conselho Monetário Nacional (CMN) regulamentou o FGCoop.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade