publicidade

Um milhão de pessoas declararão pela primeira vez o Imposto de Renda

Acertar as contas com o Fisco pode parecer complicado, mas, com calma e atenção, a tarefa pode ser cumprida sem sustos. Nesta edição, o Correio começa a publicar coluna para esclarecer dúvidas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/03/2014 06:00 / atualizado em 09/03/2014 09:09

Bárbara Nascimento

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press - 28/2/14

A Receita Federal deu a largada para a entrega das declarações do Imposto de Renda. Desde a última quinta-feira, 6 de março, os 27 milhões de contribuintes que terão de apresentar o documento, segundo estimativa do Fisco, já podem enviar os formulários preenchidos. Desse universo, pelo menos um milhão de pessoas enfrentarão o Leão pela primeira vez. Apesar de parecer assustadora para muita gente, os especialistas garantem que, desde que feita com calma e atenção, a declaração do IR não é um bicho de sete de cabeças.

Em 2014, a declaração é obrigatória para quem teve rendimentos tributáveis iguais ou maiores do que R$ 25.661,70 no ano passado. Mesmo quem não recebeu esse valor deve informar a renda e os bens ao Leão, caso tenha obtido rendimentos isentos de R$ 40 mil ou possua patrimônio superior a R$ 300 mil. Também precisam declarar os que tiveram ganhos de capital ou realizaram operações em bolsa de valores.

Leia mais notícias em Economia

Em algumas situações, vale a pena fazer a declaração mesmo que o contribuinte não esteja enquadrado nessas exigências. Quem recebeu salário no ano passado e teve IR descontado no contracheque pode ter direito à restituição dos valores. “Caso não faça a declaração, o contribuinte perderá a quantia retida, mas não terá problemas com a Receita”, esclarece Alexandra Assis, especialista em Imposto de Renda da MG Contécnica.

A matéria completa está disponível para assinantes. Para assinar, clique aqui.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade