Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Altas temperaturas e seca faz consumo de energia crescer 7,8% em fevereiro O aumento é em comparação com o mesmo período do ano passado

Agência Brasil

Publicação: 12/03/2014 16:25 Atualização:

O consumo de energia elétrica demandada ao Sistema Interligado Nacional (SIN) cresceu 7,8% em fevereiro deste ano em comparação a igual período do ano passado. A alta, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), deve-se, principalmente, “ à ocorrência de temperaturas elevadas e a escassez de chuvas, que levou ao uso intensivo de aparelhos de refrigeração principalmente nos subsistemas Sul e Sudeste/Centro-Oeste, cujas cargas somadas participam com 78% da carga do SIN”.

Leia mais notícias em Economia

Os dados fazem parte do Boletim de Carga Mensal de Fevereiro deste ano divulgado hoje (12) pelo ONS e indicam, ainda, que o maior número de dias úteis no mês também contribuiu para esse resultado, “uma vez que no ano de 2013, o carnaval ocorreu no mês de fevereiro”.

Quando a comparação se dá com janeiro deste ano, os dados do ONS indicam que a variação positiva foi de 3,6%; enquanto que no acumulado dos últimos 12 meses, o SIN apresentou uma variação positiva de 3,7% em relação ao mesmo período anterior.

Considerando a integração de Manaus ao Sistema Interligado, fato ocorrido a partir do dia 9 de julho do ano passado, a carga demandada ao SIN foi de 70.359 megawatts médios (MW médios), indicando uma taxa de crescimento, no mês de fevereiro deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado de 9,3%.

Para o Subsistema Sudeste/Centro-Oeste,os valores de carga de energia verificados em fevereiro indicam uma variação positiva de 7,5% em relação aos valores do mesmo mês do ano anterior. Com relação ao mês de janeiro, verifica-se uma variação positiva de 4,3%.

No acumulado dos últimos 12 meses o Sudeste/Centro-Oeste apresentou uma variação positiva de 2,9%, em relação ao mesmo período anterior. Essa variação deve-se também “à ocorrência de altas temperaturas, com desconforto térmico elevado, se refletindo no uso intenso dos aparelhos de refrigeração e ventilação para uso residencial e comercial” .

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas