publicidade

Compra de gasolina vai a 60 mil barris diários em 2014, aponta ANP

Apenas as compras externas do combustível deverão quase dobrar este ano para responder ao crescimento do mercado doméstico

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 18/03/2014 08:33

Sílvio Ribas

As importações de combustíveis vão continuar provocando estragos na balança comercial e rombos no caixa da Petrobras em 2014. Projeções oficiais da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e estimativas de bastidores da estatal confirmaram nessa segunda-feira (17/3) essa tendência. Segundo uma fonte do setor, apenas as compras externas de gasolina deverão quase dobrar este ano para responder ao crescimento do mercado doméstico.

Os volumes importados deverão atingir a média de 60 mil barris diários, ante os 32 mil de 2013. As importações de diesel, por sua vez, deverão recuar a 160 mil barris médios, contra 174 mil do ano passado, graças ao início da produção da Refinaria do Nordeste (Rnest), em novembro. A primeira etapa da unidade pernambucana terá capacidade para refinar 115 mil barris de petróleo.

Leia mais notícias em Economia

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade