Economia
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Excesso de leis e de documentos encarece valor de imóveis em até 12% Burocracia e má gestão leva consumidores a gastarem ao menos R$ 18 bilhões a mais por ano

Diego Amorim

Publicação: 20/03/2014 06:02 Atualização: 20/03/2014 08:40

Muitos empreendimentos ficam parados por meses, apenas por causa da falta de pareceres técnicos simples  (Monique Renne/CB/D.A Press)
Muitos empreendimentos ficam parados por meses, apenas por causa da falta de pareceres técnicos simples


Incompetência, má gestão, leis confusas e contraditórias, atraso tecnológico: é longa a lista de deficiências que atrasam e encarecem os empreendimentos imobiliários no Brasil. Todo o trâmite de licenciamentos e aprovações, incluindo os gastos com documentação, representam, em média, 12% do valor de um imóvel residencial, segundo estudo divulgado ontem pelo setor. Da compra do terreno à entrega das unidades, o chamado custo da burocracia chega a R$ 18 bilhões por ano. E quem paga essa conta é o consumidor.

Leia mais notícias em Economia

Entre os entraves elencados, quatro se destacam, na avaliação do presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), Paulo Simão: a “caótica” aprovação de projetos nas prefeituras (no caso de Brasília, nas administrações regionais); a falta de padronização e critério nos cartórios; o imbróglio do licenciamento ambiental; e mudanças aleatórias em planos diretores. “A sociedade paga por algo que simplesmente não serve para nada, está enxugando gelo”, comentou.

A curto prazo, apesar de números e constatações fortes do estudo, os representantes do setor sabem que pouco podem fazer para mudar esse quadro. No máximo, conquistarão discursos de apoio, como o protagonizado também ontem pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, durante a apresentação dos dados. “Estamos fazendo a nossa parte”, disse ela. Desde o ano passado, executivos da construção civil têm batido à porta de autoridades para convencê-los da necessidade de reduzir a burocracia.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: Pedro Lopes
Outro item encarece muito o valor dos imóveis: o lucro das construtoras. Como explicar reajuste no preço dos imóveis em mais de 100% em 5 anos se o INCC não subiu nem a metade disto? | Denuncie |

Autor: Sergio Santos
O motivo é simples: Colocar dificuldades para vender facilidades. É o custo Brasil alimentando a corrupção. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas