publicidade

Crise na Ucrânia pode provocar queda de 1,8% do PIB da Rússia

O país pode sofrer agora uma fuga de capitais de até 150 bilhões de dólares, que se prolongaria em 2015 por um valor de 80 bilhões de dólares

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 26/03/2014 09:05

France Presse

Moscou - A crise na Ucrânia pode provocar uma queda de 1,8% do Produto Interno Bruto (PIB) da Rússia em 2014, na pior das hipóteses, afirma um relatório do Banco Mundial. "O Banco Mundial desenvolveu dois cenários para a Rússia. As perspectivas dependem amplamente da recuperação da confiança dos empresários e dos consumidores e dos riscos geopolíticos", afirma a instituição, que no pior dos cenários prevê uma contração de 1,8% em 2014 e de 2,1% em 2015.

O Banco destaca que o país, que anexou a Crimeia e provocou a crise mais grave na Europa desde o fim da Guerra Fria pode sofrer agora uma fuga de capitais de até 150 bilhões de dólares. A fuga de capitais se prolongaria em 2015 por um valor de 80 bilhões de dólares, declarou Birgt Hansl, economista do Banco Mundial e autora do relatório.

Leia mais notícias em Economia

"Se o conflito Rússia-Ucrânia ficar mais grave, poderiam surgir incertezas sobre as sanções do Ocidente e a resposta da Rússia", adverte o documento. Caso consiga limitar o impacto da crise da Crimeia, o segundo cenário contemplado pelo Banco Mundial apresenta uma queda menos pronunciada, de 1,1% em 2014, para depois subir 1,3% em 2015.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade