Economia
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ações contra Gol e Tam buscam evitar abusos em programas de milhagem A Proteste pediu, nas duas ações, a revisão dos contratos por falta de clareza e de informação aos usuários

Guilherme Araújo

Publicação: 01/04/2014 06:01 Atualização: 01/04/2014 08:31

Limitações no uso de milhagens, taxas cobradas após reservas com o uso de milhas, contratos abusivos e falta de informação quando há alterações nas regras dos programas de fidelidade. Essas práticas usadas pelas companhias Gol e TAM levaram a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) a entrar na Justiça contra as aéreas. Milhares de consumidores reclamaram que sofrem, frequentemente, com alterações nas regras dos programas Smiles (Gol) e Multiplus (TAM).

Leia mais notícias de Economia


A Proteste pediu, nas duas ações, a revisão dos contratos por falta de clareza e de informação aos usuários. “Os contratos têm várias cláusulas abusivas que permitem essas alterações. São medidas que infringem o Código de Defesa do Consumidor”, ressaltou a coordenadora institucional da Proteste, Maria Inês. Um exemplo apontado pela associação é a prática das empresas em aumentar o número de pontos necessários para a emissão de bilhetes, sem antes comunicar o consumidor.

O presidente da TAM, Marco Bologna, garantiu ao Correio que “cumpre com as determinações do Código de Defesa do Consumidor e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)” e que a empresa vai se posicionar “assim que tomar conhecimento, precisamente, sobre do que se trata a ação”.

Em nota, a assessoria de imprensa do programa de fidelidade Smile informou que “não realizou nenhuma modificação nas regras do programa” e que a cobrança dos R$ 30 pela reserva de bilhetes passou a valer em 26 de março e “beneficia 9,7 milhões de clientes”. A empresa disse, ainda, que não recebeu qualquer notificação oficial sobre a ação da Proteste e que, por isso, “não tem como se pronunciar” sobre o assunto.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Lyon Cesar
Por essas e outras que nem me preocupo mais em utilizar milhas. Está cada vez mais absurda a quantidade de pontos para emitir uma passagem, mais vantagem vender! Sempre faço negócio com a EloMilhas, pagam adiantado e com um procedimento super rápido. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas