publicidade

Queda de preços em habitação, de 0,74% para 0,73%, alivia inflação em SP

O resultado reflete, principalmente, o recuo de 0,13% no grupo habitação, ante uma queda de 0,01%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/04/2014 07:54

Agência Brasil

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na cidade de São Paulo, apresentou leve redução no ritmo de alta, ao passar de 0,74%, no encerramento de março, para 0,73%, na primeira prévia de abril.

O resultado reflete, principalmente, o recuo de 0,13% no grupo habitação, ante uma queda de 0,01%. Também diminuiu a intensidade de alta nos grupos transporte (de 0,81% para 0,62%), vestuário (de 0,45% para 0,30%) e educação (de 0,06% para 0,05%).

Mas quem vai às compras ainda sente o orçamento mais apertado por causa dos reajustes de preços dos alimentos, que tiveram a sexta elevação seguida. Desde a terceira quadrissemana de fevereiro, o valor pago pelos itens alimentícios vem subindo e atingiu, nessa primeira prévia de abril, 2,22% ante 2%, no fechamento de março.

Leia mais notícias em Economia

Houve elevação em ritmo acima da pesquisa anterior nos grupos despesas pessoais (de 0,67% para 0,77%) e saúde (de 0,50% para 0,57%).

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade