Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Região Sudeste puxa preços da construção civil em março deste ano Com alta de 0,78%, a Região Sudeste apresentou a maior variação do país

Agência Brasil

Publicação: 09/04/2014 11:06 Atualização:

A alta de 0,62% nos preços da construção civil em março deste ano foi fortemente influenciada pela variação dos preços na Região Sudeste do país. A informação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou nesta quarta-feira (9/4) o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi).

Com alta de 0,78%, a Região Sudeste apresentou a maior variação do país. Os quatro estados da região registraram alta entre fevereiro e março superior à média nacional: Rio de Janeiro (1,14%); Espírito Santo (1,13%); São Paulo (0,68%); e Minas Gerais (0,63%). Com os números de março, o estado com maior alta acumulada nos últimos doze meses (a taxa anualizada) é o Espírito Santo (9,11%), seguido de São Paulo (9,02%), Rio de Janeiro (8,64%) e Minas Gerais (6,74%) - todos com altas superiores à média nacional (0,62%).

Leia mais notícias em Economia

Na Região Norte a alta foi 0,54%, no Nordeste 0,58%, no Sul 0,50%, e na Região Centro-Oeste 0,32% - todos com altas inferiores à média nacional. A Região Sudeste também ficou com a maior variação nos últimos doze meses, atingindo 1,06%. No ano, porém, a região Norte apresentou a maior taxa acumulada: 2,12%. Os custos regionais, por metro quadrado, ficaram em R$ 889,51 no Norte; R$ 818,23 no Nordeste; R$ 910,77 no Sudeste; R$ 883,09 no Sul e R$ 876,60 no Centro-Oeste.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas