publicidade

Petróleo fecha em alta de US$ 103,60 e atinge maior nível desde março

O barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em maio ganhou US$ 1,04, subindo para US$ 103,60 no New York Mercantile Exchange (Nymex)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/04/2014 19:14

France Presse

Nova York - As cotações do petróleo subiram nesta quarta-feira em Nova York por novas tensões na Líbia e por uma queda das reservas de gasolina nos Estados Unidos. O barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em maio ganhou US$ 1,04, subindo para US$ 103,60 no New York Mercantile Exchange (Nymex). Esse é seu nível mais alto desde 3 de março.

Em Londres, o barril de Brent do mar do Norte para entrega em maio terminou em US$ 107,98 no Intercontinental Exchange (ICE), uma alta de 31 centavos em relação ao fechamento de terça-feira.

Leia mais notícias em Economia

Segundo Adela Khadir, da SCS Commodities, o mercado ainda deve esperar até que sejam completamente liberados os portos líbios bloqueados e que parte da produção de petróleo desse país volte para o mercado.

O mercado também reagiu ao anúncio de uma queda de reservas de gasolina nos Estados Unidos na semana passada.

As reservas de cru aumentaram quatro milhões de barris, a 384,1 milhões, durante a semana concluída em 4 de abril. Já as de gasolina, que são um indicador do consumo, caíram 5,2 milhões de barris, a 210,4 milhões, muito mais do que o recuo de 700 mil barris esperado pelos analistas.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade