Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Interesse por crédito cresce mais de 16% entre os paulistanos em abril O Índice de Segurança de Crédito teve queda de 2,2% em abril, em relação a março

Agência Brasil

Publicação: 17/04/2014 14:55 Atualização:

A intenção do paulistano em contrair novas linhas de crédito cresceu 16,2% em abril, em relação a março, atingindo 22,02 pontos, de acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Na comparação com abril do ano passado, o indicador cresceu 1,1%.

O Índice de Segurança de Crédito teve queda de 2,2% em abril, em relação a março. A proporção de paulistanos com algum tipo de aplicação financeira passou de 42,6% em março para 41,6% em abril.

Quase oito em cada dez aplicadores (78,4%) escolheram a caderneta de poupança para seus depósitos. O segundo tipo de aplicação preferido dos paulistanos foi o de fundo de renda fixa, com 11,2% do total. A previdência privada foi escolhida por 4,6% de quem possui depósitos remunerados. As ações representaram 2,2% do total de aplicações.

Leia mais notícias em Economia

A Fecomercio informa que a recuperação da intenção em tomar novos financiamentos pode não se concretizar. Segundo a entidade, a tendência é de ligeira piora nas condições de emprego e renda. “[Tal] fator pode precipitar a deterioração do mercado de crédito, da segurança financeira e elevar a inadimplência. O fim das obras para a Copa do Mundo de Futebol, inclusive, será um agravante que influenciará negativamente no nível de emprego dos brasileiros”, diz a nota.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas