publicidade

ONS nega racionamento e diz esperar até novembro para tomar medidas

Estudos realizados recentemente pelo Operador não indicam a necessidade de cortes de energia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 29/04/2014 17:52 / atualizado em 29/04/2014 17:49

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), informou, por meio de nota nesta terça-feira (29/4), que caso ocorra um agravamento nos níveis dos reservatórios do país entre maio e novembro deste ano, poderá propor medidas emergenciais às autoridades.

O ONS esclareceu que as especulações de que teria sugerido ao governo cortes de carga não são reais. Os estudos realizados recentemente pelo Operador não indicam a necessidade de cortes de energia. Eles tiveram como base os níveis dos reservatórios.

Leia mais notícias em Economia

A ONS ainda informou que apenas o diretor geral tem autorização para divulgar informações oficiais, não reconhecendo notícias que surgiram a partir de técnicos do Operador.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade