publicidade

Aneel aprova mais reajustes nas tarifas de energia em cinco distribuidoras

A Enersul, de Mato Grosso do Sul, que atende 909 mil consumidores em 73 municípios, foi autorizada a reajustar suas tarifas de baixa tensão para residências em 9,40%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 06/05/2014 12:51

Simone Kafruni

Mais 1,5 milhão de consumidores terão reajustes nas tarifas de energia de até 21,31%. Os aumentos passam a vigorar a partir de 10 de maio. Nesta terça-feira (6/5), a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou reajustes para mais cinco distribuidoras de energia.

A Enersul, de Mato Grosso do Sul, que atende 909 mil consumidores em 73 municípios, foi autorizada a reajustar suas tarifas de baixa tensão para residências em 9,40%, residenciais de média tensão em 9,84% e indústrias em 14,11%.

Leia mais notícias em Economia

Outras quatro distribuidoras do interior de São Paulo também foram autorizadas a aumentarem as tarifas de energia elétrica. Os reajustes da EDEVP, que atente 170 mil unidades consumidoras, serão de 18,83% para residências baixa tensão, 18,98% para média tensão e 21,31% para indústrias.

A CNEE, com 109 mil consumidores, terá reajustes de 16,5%, 16,93% e 16,64% para unidades residenciais de baixa tensão, residenciais média tensão e indústrias, respectivamente. A Caiuá-D, com 142 mil unidades consumidores, terá reajustes de 14,22%, 14,42% e 13,39%. EEB, com 230 mil consumidores, aumentará tarifas em 14,25%, 14,98% e 14,43%.

publicidade

publicidade