publicidade

Intenção de consumo de famílias paulistanas cai, segundo FecomercioSP

ICF na cidade de São Paulo caiu 2,6% em abril, em relação a março

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/05/2014 16:32

Agência Brasil

O Índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) na cidade de São Paulo, avaliado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), caiu 2,6% em abril, em relação a março, chegando aos 119,7 pontos, a menor marca da série histórica, iniciada em 2009. Quando comparado ao mês de abril do ano passado, o indicador apresenta queda ainda maior, de 7,3%.

O item perspectiva profissional foi o que mais recuou, caindo 7,3%, seguido por momento para duráveis, que apresentou retração de 3,7%, e nível de consumo atual, com baixa de 3,5%. Já o que aponta a perspectiva de consumo caiu 2,7%. Acesso ao crédito e renda atual tiveram diminuições de 0,9% e 0,5% respectivamente.

Leia mais notícias em Economia

Segundo os economistas da FecomercioSP, o resultado é efeito do panorama econômico conturbado dos últimos meses e da preocupação dos paulistanos com a pressão inflacionária, o encarecimento do crédito e o baixo crescimento econômico. A federação aponta que também é motivo de temor para a população da cidade de São Paulo a prolongada seca e a provável crise de abastecimento de água.

Os economistas da entidade preveem que a tendência para os próximos meses é a de que o pessimismo se mantenha entre os consumidores, causando prejuízo ao comércio mesmo em datas comerciais importantes, como o Dia das Mães, em maio, e o Dia dos Namorados, em junho.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade