publicidade

Nova loja em free shop de Guarulhos vai ter iPhone mais barato que nos EUA

O modelo 5S 16 GB desbloqueado custa cerca de R$ 2.799, no Brasil, e poderá ser encontrado na Fnac GRU em torno de R$ 1.492,70

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/05/2014 18:28

Marina Rigueira

 Apple/Divulgação
Quem passar pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos para sair do Brasil vai poder comprar um iPhone sem imposto em real ou até mesmo parcelado no cartão de crédito a partir deste domingo (11/5). Os aparelhos serão vendidos na nova loja da Fnac, a primeira instalada no país no conceito "loja de conexão", que será inaugurada no Terminal 3. A Fnac GRU ficará na área restrita do embarque, depois da inspeção dos passaportes, ou seja, no Free Shop, zona livre de impostos.

O modelo 5S 16 GB desbloqueado custa cerca de R$ 2.799 no Brasil e poderá ser encontrado na Fnac GRU em torno de R$ 1.492,70 -- US$ 649. Lembrando que os preços variam dependendo da cotação do dia. De acordo com a assessoria da Fnac, a loja aceitará pagamento em real, dólar e euro. Para pagamentos com o cartão de crédito, este deve ser emitido no Brasil. As compras poderão ser parceladas em até três vezes no cartão, para gastos acima de R$ 500, e até cinco vezes no cartão Fnac Mastercard para compras com parcela de no mínimo R$ 200.

Leia mais notícias em Economia

Com a transação no cartão em real, o consumidor ainda não paga o Imposto sobre operações financeiras (IOF). Com isso, o produto da Apple fica mais barato que nos EUA, já que lá ainda incide sobre a venda a "sales tax".

Contudo, o consumidor deve ficar atento as especificidades dos equipamentos comprados na Fnac, pois como a loja atende passageiros de todo o mundo, e não é destinada apenas para brasileiros, há uma grande diversidade de plugs e sistemas nos produtos vendidos. É preciso se certificar se os produtos funcionam no Brasil e inclusive se todos os aparelhos da Apple são desbloqueados para o país. É importante lembrar que o consumidor está sujeito às mesmas limitações em compras feitas no exterior.

Este novo modelo de lojas menores da Fnac já existe em todo o mundo e é específico para locais onde as pessoas estão em transporte, como aeroportos, estações de trem, metrô e até mesmo rodoviárias. A loja terá todos os produtos vendidos nos demais pontos de venda da marca, desde que dê para carregá-los na mão e entrar no avião.

publicidade

publicidade