publicidade

Lucro do BNDES fica estável no primeiro trimestre e atinge R$ 1,56 bilhão

A renda fixa, teve alta de 17% em relação ao acumulado entre janeiro e março de 2013, influenciou o resultado final do banco com participação de 90,4%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 15/05/2014 16:53

Agência Brasil

O lucro líquido do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) nos três primeiros meses deste ano atingiu R$ 1,56 bilhão, mostrando estabilidade em comparação ao registrado no mesmo período do ano passado (R$ 1,59 bilhão), informou nesta quinta-feira (15/5) a instituição. Segundo o BNDES, o valor apurado foi sustentado pela contribuição dos financiamentos a projetos de investimentos.

O segmento de renda fixa, que contabilizou R$ 3,1 bilhões no período, com alta de 17% em relação ao acumulado entre janeiro e março de 2013, influenciou o resultado final do banco no primeiro trimestre, do qual participou com 90,4%. De acordo com o BNDES, a expansão do segmento acompanhou o aumento das operações de crédito e repasses em moeda nacional. Nessa área, teve destaque o Programa BNDES de Sustentação de Investimento (BNDES PSI), que incentiva o investimento produtivo das empresas brasileiras. A carteira de crédito e repasses da instituição evoluiu 2,2% (R$ 12,5 bilhões) no trimestre.

Em contrapartida, o segmento de renda variável teve queda de R$ 200 milhões, ou o equivalente a 57,3%, em relação ao primeiro trimestre de 2013, em função da instabilidade dos mercados de capitais. Com isso, a participação do segmento no lucro do banco caiu de 8,2% para 3,7%.

O BNDES ressaltou, entretanto, que apesar do cenário de incerteza, o nível de inadimplência nunca esteve tão baixo na história da instituição, atingindo no trimestre 0,01%, contra 3% de inadimplência média do Sistema Financeiro Nacional em março passado, de acordo com o Banco Central. No primeiro trimestre de 2013, a inadimplência do BNDES foi 0,04%. Na avaliação do banco, o resultado reflete a robustez e a qualidade da carteira de crédito e repasses.

Leia mais notícias em Economia

Outros resultados apurados de janeiro a março deste ano ficaram acima dos números registrados no mesmo período de 2013. Entre eles, os relativos ao patrimônio líquido do Sistema BNDES e ao patrimônio de referência (PR), que alcançaram, respectivamente, R$ 54,6 bilhões e R$ 97,3 bilhões, contra R$ 46,8 bilhões e R$ 85,3 bilhões no acumulado dos três primeiros meses de 2013.

De acordo com o BNDES, os ativos totais do sistema superaram o resultado do primeiro trimestre do ano passado (R$ 698,4 bilhões), alcançando R$ 777,8 bilhões no período pesquisado.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade