Economia
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Feirão da Caixa oferece 150 mil unidades habitacionais, em sete cidades A Caixa decidiu suspender a abertura do feirão em Recife após os saques ao comércio local

Agência Brasil

Publicação: 16/05/2014 10:55 Atualização:

A 10ª edição do Feirão Caixa da Casa Própria será efetuado nesta sexta-feira (16/5) até domingo (18/5) em sete cidades. Em Recife, que também deveria ter a abertura do evento hoje, o feirão está suspenso.

Segundo nota da Caixa, o objetivo da suspensão é “garantir a segurança de clientes, expositores e empregados”. “A Caixa divulgará oportunamente o novo horário de abertura do Feirão Caixa da Casa Própria na capital pernambucana”, diz o banco, em nota.

A greve da Polícia Miliar em Pernambuco gerou uma onda de saques a comércio e insegurança. Por isto, a Caixa decidiu suspender a abertura do feirão hoje. Ontem, à noite, os policiais militares e bombeiros, que também estavam em greve, decidiram, em assembleia, voltar ao trabalho. A Caixa informou que irá divulgar ainda hoje quando o feirão será realizado em Recife.

A partir de hoje, o feirão será realizado em Brasília, Salvador, Fortaleza, Belém, no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte e Curitiba. Serão oferecidas 150 mil unidades habitacionais.

Em São Paulo, o evento efetuado de 2 a 4 de maio, movimentou mais de R$ 3,5 bilhões em negócios assinados e encaminhados. Nos três dias do evento, foram mais 64.744 visitantes.

Leia mais notícias em Economia

Segundo a Caixa, os empréstimos podem ser feitos no evento ou nas agências do banco. O prazo para o financiamento imobiliário é de até 35 anos e as taxas de juros são a partir de 4,5% ao ano, variando de acordo com a renda do tomador e o valor financiado.

O Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec) elaborou uma cartilha com dicas para quem pretende comprar imóveis em feirões. Uma das dicas é pesquisar o preço de outros imóveis à venda no mesmo prédio ou conjunto habitacional para saber o valor de mercado. Também vale pesquisar em imobiliárias e com corretores o preço médio do metro quadrado na região.

Outra orientação é pesquisar juros e fazer simulações em todos bancos para encontrar a melhor taxa. O Ibedec lembra que a taxa de juros varia conforme a renda, o valor do imóvel e o do financiamento.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: JAILSON SA
Meu pesadelo, com 16 meses de atraso, com infiltrações e rachaduras. Meu processo ta na justiça, e a Caixa só poderia fornecer um engenheiro se meu processo não tivesse na justiça contra a MRV Engenharia. Apartamento de pescima qualidade, e o que se paga caro comprar na planta. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas