publicidade

Comércio externo no G7 e no Brics caiu no primeiro trimestre, aponta OCDE

Segundo dados divulgados hoje, no período as exportações conjuntas nos dois blocos diminuíram 2,6% e as importações aumentaram

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 27/05/2014 10:17

Agência Brasil

O comércio externo nos países do Grupo dos 7 (G7) e do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) diminuiu no primeiro trimestre em relação ao período anterior, anunciou nesta terça-feira (27/5) a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Segundo dados divulgados hoje, no período as exportações conjuntas nos dois blocos diminuíram 2,6% e as importações aumentaram, mas apenas 0,1%, principalmente devido a compras de petróleo e combustíveis. As exportações diminuíram particularmente na China (7,3%), em parte devido ao impacto das celebrações do Ano Novo chinês, enquanto as importações também diminuíram, mas apenas 0,9%.

Leia mais notícias em Economia

As exportações no Japão caíram de forma significativa, 3,5%, enquanto as importações aumentaram 0,9%. As exportações e as importações caíram 4,3% e 3,2% no Reino Unido e 4,3% e 1,5% na África do Sul, respectivamente. No Brasil, as exportações e as importações diminuíram 2,9% e 1,9%. Menos pronunciadas foram as quebras das exportações nos Estados Unidos (1,3%), contra aumento de 0,8% das importações, ou no Canadá (2,9%), contra quebra de 3,3% das importações.

As únicas exceções no primeiro trimestre ocorreram na Alemanha e Itália, que registraram aumentos de 2,1% e 1,5% das exportações nos primeiros três meses do ano face ao último trimestre de 2013.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade