publicidade

Serviços ajudam na alta do PIB: segmento avançou 2%, indica IBGE

As áreas que tiveram destaque foram as de tecnologia da informação e de transporte, armazenagem e correio, que deram salto de 4,4% e de 4%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 30/05/2014 11:45 / atualizado em 30/05/2014 12:09

Rosana Hessel

O setor de serviços, assim como a agricultura, ajudou e evitar queda do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre de 2014. O segmento avançou 2% de janeiro a março deste ano, dando sinais de uma leve melhora em relação a alta de 1,9% ao trimestre anterior e de 1,8% de janeiro a março de 2013, conforme dados divulgados nesta sexta-feira (30/05) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As áreas que tiveram destaque foram as de tecnologia da informação e de transporte, armazenagem e correio, que deram salto de 4,4% e de 4%, respectivamente. Entre os itens que medem o PIB de serviços, a intermediação financeira e seguros, registrou expansão de 2,6% no primeiro trimestre do ao, uma recuperação significativa em relação à alta de 1,2% computada nos três primeiros meses de 2013. Já o comércio atacadista e varejista evoluiu 2,2%, uma leve recuperação em relação à alta de 1,7% registrada no mesmo período do ano passado.

Leia mais notícias em Economia

O PIB brasileiro do primeiro trimestre avançou 0,2% na comparação com o período anterior, somando R$ 1,2 trilhão

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade