publicidade

Copa movimenta US$ 500 milhões em fabricantes têxteis de Bangladesh

Os pedidos foram feitos apesar de uma série de graves incidentes que mancharam a imagem da indústria têxtil de Bangladesh

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 02/06/2014 10:32

France Presse

Dacca - Os fabricantes de têxteis de Bangladesh tiveram pedidos de pelo menos 500 milhões de dólares em camisetas por parte de torcedores de equipes do Mundial de futebol do Brasil, indicam nesta segunda-feira (2/6) funcionários do setor. Estes pedidos foram feitos apesar de uma série de graves incidentes que mancharam a imagem da indústria têxtil de Bangladesh, em particular o desabamento do edifício Rana Plaza em abril de 2013, que deixou ao menos 1.138 mortos.

A associação de fabricantes e exportadores de artigos têxteis de Bangladesh (BKMEA), que reúne 1.000 fabricantes de camisetas, principalmente, indica que as vendas subiram 14% neste ano, em grande parte graças aos produtos vinculados ao Mundial. "Uma centena de fábricas tiveram pedidos de camisetas para os torcedores do Mundial. Não temos números exatos, mas devem representar entre 500 milhões e 1 bilhão de dólares", disse à AFP o presidente do BKMEA, Mohammad Hatem.

Leia mais notícias em Economia

As exportações de roupas em Bangladesh - segundo fabricante mundial do setor, atrás da China - alcançam um recorde de 25 bilhões de dólares no exercício que termina este mês (3 bilhões a mais que há um ano). A indústria têxtil é a principal atividade econômica do país, e gera 80% de suas receitas totais. Emprega 4 milhões de pessoas.

As fábricas de Bangladesh abastecem empresas como Puma e Adidas, e fabricam quase todas as camisetas dos torcedores das 32 equipes do Mundial, principalmente graças ao seu baixo custo.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade