publicidade

Produção das fábricas cai 0,3% de março para abril e freia o PIB

É a segunda retração consecutiva, após o indicador ter fechado em baixa de 0,5% no terceiro mês de 2014

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 05/06/2014 08:37

Antonio Temóteo

Raheb Homavandi/Reuters


A produção industrial caiu 0,3% em abril em comparação a março, informou ontem o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É a segunda retração consecutiva, após o indicador ter fechado em baixa de 0,5% no terceiro mês de 2014. Frente ao mesmo período de 2013, a indústria teve retração de 5,8%, a mais intensa desde setembro de 2009.

O resultado negativo foi influenciado principalmente pela redução da fabricação de veículos. A divulgação dos dados corroborou com os números apresentados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) na terça-feira, que mostraram um desaquecimento geral do setor. Para economistas, esse é o primeiro sinal que aponta para recuo do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre. Nos quatro primeiros meses de 2014, a produção industrial encolheu 1,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

Leia mais notícias em Economia

O gerente de Pesquisa do IBGE, André Macedo, explicou que, com o aumento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), além do encarecimento do crédito, as condições de vendas de automóveis e caminhões pioraram. Com isso, os negócios no mercado interno se enfraqueceram, e, para piorar, as exportações também diminuíram. “Desse modo, houve queda na produção de bens de capital (máquinas e equipamentos), puxada pelos caminhões, e de bens duráveis, pelos carros”, destacou.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade