publicidade

Crimes de informática custam cerca US$ 500 bilhões para economia mundial

"Os crimes cibernéticos são uma indústria crescente. Os benefícios são altos e os riscos, baixos", indicou o relatório do Center for Strategic and International Studies

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/06/2014 14:22

France Presse

Os crimes de informática alimentam uma indústria global que já chega a aproximadamente 500 bilhões de dólares e segue em crescimento, segundo um estudo divulgado nesta segunda-feira (9/6).

O relatório do Center for Strategic and International Studies em parceria com a empresa de segurança McAfee estimou que o custo dos ciberataques para a economia global situa-se entre 375 bilhões de dólares e 575 bilhões de dólares, com uma perda de cerca de 350 mil empregos nos Estados Unidos e na Europa.

Mas os autores afirmam que esses números são conservadores, considerando-se a ausência de dados de muitas partes do mundo. "Os crimes cibernéticos são uma indústria crescente. Os benefícios são altos e os riscos, baixos", indica o documento.

Leia mais notícias em Economia


Os custos dos crimes de informática incluem o impacto das informações pessoais roubadas de centenas de milhões de pessoas, 40 milhões delas nos Estados Unidos no ano passado, 54 milhões na Turquia, 20 milhões na Coreia do Sul, 16 milhões na Alemanha e mais de 20 milhões na China, de acordo com o informe. "Uma estimativa situa o total em mais de 800 milhões de pessoas com informações pessoais roubadas em 2013", acrescenta.

"Somente isso pode custar até 160 bilhões de dólares anuais. Os criminosos ainda têm dificuldades para obter benefícios financeiros com as informações roubadas, mas o fluxo constante de informações contribui com a sensação de que os crimes de informática estão fora de controle."

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade