Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Empresários ficam satisfeitos após pacote de ajudas anunciado pelo governo Mesmo assim, os representantes do setor afirmam que novas mudanças são necessárias

Antonio Temóteo

Publicação: 19/06/2014 06:02 Atualização:

Os representantes do setor produtivo saíram do Palácio do Planalto satisfeitos com o novo pacote anunciado ontem pelo governo. O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, disse que as medidas de incentivo à produção ajudam a melhorar a competitividade do país, mas pede mais. “Avançamos muito. Mas os empresários nunca estão satisfeitos, e vamos querer mais porque o mundo é competitivo. O Brasil tem um mercado muito grande, do qual todos de fora querem um pedaço. A nossa meta é suprir o mercado brasileiro e, além disso, participar do mercado internacional”, disse ele, que liderou o encontro do Fórum Nacional da Indústria com a presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, as conversas com os ministérios da Fazenda e do Desenvolvimento continuarão na semana que vem, pois há temas “complexos” a serem tratados.

Leia mais notícias em Economia


Na avaliação de Andrade, a sinalização de diálogo aberto com o governo ajuda a melhorar a confiança do empresariado. “Reuniões como a de ontem mudam, sim, o ambiente. Dos setores que estiveram no Planalto, todos saíram com muita animação e com expectativa muito positiva. Os segmentos que têm sofrido mais, como o de máquinas e o têxtil, perceberam que, realmente, está sendo feita alguma coisa para que a indústria brasileira possa voltar a ser competitiva, a investir, a crescer e a retomar a posição que ela sempre teve no passado”, assinalou.

Para Gustavo Franco, ex-presidente do Banco Central, a reaproximação da presidente Dilma Rousseff com os empresários é positiva, mas insuficiente para que ela consiga recuperar totalmente a confiança dos donos do dinheiro. “Acho bom que ela receba e ouça o setor privado. Qualquer empresário pode ouvir, com boa vontade, o que o governo tem a dizer, mas ele está muito mais atento ao que o Planalto faz”, disse.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas