Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

IBGE: desemprego em maio fica estável nas quatro regiões pesquisadas Na comparação com o mês anterior, a taxa de desemprego, em maio, ficou estável no Recife, em Belo Horizonte, no Rio de Janeiro e em São Paulo

Agência Brasil

Publicação: 26/06/2014 11:30 Atualização:

Em razão da greve dos funcionários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que já dura um mês, a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada nesta quinta-feira (26/6), traz os dados referentes a apenas quatro das seis regiões metropolitanas envolvidas na pesquisa. Na comparação com o mês imediatamente anterior, a taxa de desemprego, em maio, ficou estável no Recife, em Belo Horizonte, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Em relação a maio de 2013, a taxa declinou 1,8 ponto percentual no Rio de Janeiro e 1,2 ponto percentual em São Paulo. No Recife e em Belo Horizonte, o cenário mostrou estabilidade também nesta base de comparação. A pesquisa indica que o número de desocupados, em maio de 2014, manteve-se estável nessas regiões na comparação com abril. Porém, em relação a maio de 2013, o índice caiu 34,8% na região metropolitana do Rio de Janeiro, 21,7% em São Paulo e manteve a estabilidade no Recife e em Belo Horizonte.
 

A pesquisa constata ainda que, em maio deste ano, a população ocupada com carteira assinada no setor privado permaneceu estável nas quatro regiões, na comparação com abril. No confronto com maio de 2013, a região metropolitana de São Paulo apresentou aumento 3,7%.

Em relação aos empregados sem carteira assinada no setor privado, na comparação mensal, Recife teve aumento de 13,5% e as três regiões restantes registraram estabilidade. Na comparação com maio de 2013, São Paulo teve queda de 22,5% e Belo Horizonte, de 11,8%.

Do ponto de vista do rendimento médio real, de abril para maio deste ano, o percentual caiu nas regiões metropolitanas do Recife (-1,1%) e de Belo Horizonte (-1,4%), subiu na região metropolitana do Rio de Janeiro (2,9%) e manteve estabilidade em São Paulo. Na comparação com maio de 2013, o rendimento médio real subiu no Recife (8,4%), Rio de Janeiro (7,4%) e em São Paulo (1,7%) e caiu 1,6% em Belo Horizonte.

Em razão da greve dos servidores do órgão, a Pesquisa Mensal de Emprego referente a maio deste ano, excepcionalmente, não disponibilizou os dados das regiões metropolitanas de Salvador e Porto Alegre. Segundo o IBGE, a paralisação “impossibilitou a divulgação completa dos dados, mas posteriormente, em data ainda não definida, serão divulgados em sua totalidade já com a inclusão das regiões metropolitanas de Salvador e Porto Alegre".

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas