Economia
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Alta de preços inflaciona comidas e bebidas de festas julinas O valor dos alimentos utilizados para preparar os pratos típicos da festa aumentou cerca de 10,10% entre julho de 2013 e junho de 2014

Publicação: 11/07/2014 18:51 Atualização:

As festas de São João, tradicionalmente comemoradas em junho, continuam a acontecer na capital durante os próximos meses, mas aqueles que querem celebrar a data tardiamente vão se deparar com preços mais altos. Segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/IBRE), o valor dos alimentos utilizados para preparar os pratos típicos da festa aumentou cerca de 10,10% entre julho de 2013 e junho de 2014, mais que a inflação acumulada no período, 6,55%.

As maiores altas registradas foram as dos preços do inhame, 20,77% carnes bovinas, 16,59%, leite de coco, 16,13%, e farinha de trigo, 14,77%. Bebidas também não escaparam do aumento: refrigerantes e água mineral ficaram 10,86% mais caros, e cervejas e chopps encareceram em 12,27%. Dos 20 alimentos que compõem a lista, apenas dois estão pesando menos no bolso do consumidor: o aipim e o leite longa vida, que ficaram, respectivamente, 8,36% e 0,67% mais baratos em 2014.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: jorge almada
As altas de preços não somente estão ocorrendo com comidas e bebidas de festas julinas, mas desde o inicio do ano que se observa as altas de preço generalizadas. Mais uma vez venho afirmar que os índices de inflação estão sendo manipulados. É só comparar os preços em janeiro com os atuais. Acorda BR | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas