publicidade

Inflação para famílias com renda até cinco salários mínimos cai em julho

Mesmo a taxa relativa aos produtos não alimentícios, que teve alta de 0,29%, ficou abaixo da registrada no mês anterior, 0,44%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 08/08/2014 14:46

Agência Brasil

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) teve variação de 0,13% em julho, informou nesta sexta-feira (8/8) o Instituto Brasileiro de Geografia E Estatística (IBGE). O indicador, que mede a inflação para famílias com renda até cinco salários mínimos, tinha ficado em 0,26% em junho e caiu puxado pelos produtos alimentícios.

Leia mais notícias em Economia

Assim como no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação para toda a população, no INPC os alimentos já vinham caindo anteriormente e chegaram a uma deflação de 0,23% em julho, contra a de 0,14% em junho. Mesmo a taxa relativa aos produtos não alimentícios, que teve alta de 0,29%, ficou abaixo da registrada no mês anterior, 0,44%.

A inflação medida pelo INPC foi maior em Curitiba, onde o índice chegou a 1%. A razão foi o reajuste das tarifas de energia elétrica, em 24,86%. Já Salvador teve deflação de 9,40% na energia elétrica, por causa da redução de 83,49% das alíquotas do PIS/Pasep/Cofins. Na capital baiana, os combustíveis, em queda de 6,58%, também puxaram o índice para baixo.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade