Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Situação econômica assume contornos diferentes conforme a região do Brasil Desaceleração mais intensa no Sul e no Sudeste aumenta a força da oposição; Norte e Nordeste dão vantagem ao governo

Deco Bancillon

Publicação: 18/08/2014 07:59 Atualização: 18/08/2014 09:12

Apesar de os números recentes mostrarem que o país está à beira da recessão, a situação econômica ainda é favorável em regiões como o Norte e, principalmente, o Nordeste, cenário que pesa a favor da candidatura da presidente Dilma Rousseff nas eleições de outubro. Se, ao sul, a indústria encolhe, as vendas do varejo rareiam e os investimentos empacam, do lado de cima do mapa brasileiro a economia cresce em ritmo acelerado, a inflação se mostra mais calma e os trabalhadores são disputados por um mercado de trabalho que ainda não dá sinais de enfrentar uma crise.

A economia do Norte avança desde junho de 2013. Nesse período, de acordo com o Índice de Atividade Econômica Regional do BC (IBC-R), a região registrou apenas um resultado negativo, entre março e maio do ano passado. Já o Nordeste cresce sem parar há dois anos ininterruptos. E os números têm avançado em velocidade cada vez maior.

Leia mais notícias em Economia


No trimestre encerrado em fevereiro deste ano, o crescimento do IBC-R do Nordeste já havia sido o maior do país: 1,2%. Nos três meses seguintes, essa alta acelerou para 3,6%. Anualizado, o desempenho é de 15,2%, mais de duas vezes o ritmo de crescimento da maior locomotiva do mundo: a China, que avança a uma velocidade de 7% ao ano. “Nessas regiões, a visão de que o país está à beira de uma catástrofe econômica não cola”, avalia o economista-chefe da Gradual Investimentos, André Perfeito.

Para uma alta fonte da equipe econômica, no Norte e no Nordeste “o crescimento é forte porque o Estado está presente por meio dos programas sociais, que garantem emprego e renda para a maioria da população”. Não chega a ser uma surpresa, dessa forma, que as duas regiões sejam as maiores beneficiárias do carro-chefe social do governo, o Bolsa Família.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas