Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dívidas e crédito caro fazem demanda dos brasileiros perder fôlego O desempenho do segundo trimestre foi o pior em uma década

Diego Amorim

Publicação: 30/08/2014 06:03 Atualização: 29/08/2014 23:57

 Breno Fortes/CB/D.A Press (Inflação e renda curta fizeram Nalva Majdalani e o marido Amilton Majdalani adiar a compra de um armário)
Breno Fortes/CB/D.A Press


Endividadas e com medo de encarar o crédito mais caro e escasso, os brasileiros estão tendo de se contentar apenas em contemplar as vitrines. O freio no consumo das famílias atinge todas classes e reflete falhas na política econômica e o esgotamento de um modelo que, em 2009, ajudou a conter os efeitos da crise mundial. Apesar dos consumidores terem gastado quase R$ 800 bilhões, o indicador subiu apenas 0,30% no segundo trimestre, confirmando a recessão técnica. Na comparação com o mesmo período de 2013, a alta foi de 1,2%, o menor resultado desde o primeiro trimestre de 2004 (0,7%).

As prestações, até há pouco tempo espremidas no orçamento doméstico, viraram dívidas e forçaram mudanças no hábito de compras. “Agora, só vou ao shopping para passear”, lamentou o mestre de obras Antônio de Freitas, 56 anos, que viu a procura pelo seu serviço cair 30% este ano em relação a 2013. “Para não dizer que não comprei nada, troquei a tevê do quarto da minha filha por uma maior porque ela estava querendo muito”, contou, relembrando os “bons tempos” em que quase todo mês trocava um eletrodoméstico ou um móvel.

Leia mais notícias em Economia

O endividamento das famílias segue batendo recorde desde o começo do ano. O valor total dos débitos já corresponde a 44,82% da renda do trabalhador nos últimos 12 meses, conforme o dado mais atualizado do Banco Central (BC). “Quando menos se espera, o salário já acabou. Tem que fazer um esforço a mais para colocar o chapéu só onde a mão alcança”, disse Freitas, que tem de controlar as contas para não ficar inadimplente. “Até dezembro, pelo menos, vou ficar só na vontade de comprar.”

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

PUBLICIDADE

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas