Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Venda de veículos no Brasil tem retração de 7,6% em agosto, diz Anfavea Na comparação com agosto do ano passado (329.143 carros vendidos), houve queda de 17,2%

Agência Brasil

Publicação: 04/09/2014 12:57 Atualização: 04/09/2014 16:45

Comercialização de veículos caiu 7,6% em agosto, com a venda de 272.492 unidades, em relação a julho (Paulo de Araujo/CB/D.A Press)
Comercialização de veículos caiu 7,6% em agosto, com a venda de 272.492 unidades, em relação a julho


O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, explicou a queda das vendas de veículos em agosto dizendo que houve um dia útil a menos e feriados em grandes capitais. Além disso, o crédito para veículos só reagiu na última semana do mês e as alterações nos financiamentos para caminhões atrapalharam um pouco os processos.

“Foi um mês conturbado devido a fatores externos ao setor, um deles a tragédia que aconteceu com o candidato à Presidência Eduardo Campos, que causou uma grande comoção, principalmente no Nordeste. Mas, mesmo com tudo isso, ainda é um mês que possibilita demonstrar que está melhor que nos primeiros seis meses do ano”, disse Moan.

Segundo a Anfavea, a venda de veículos caiu 7,6 % em agosto, com a comercialização de 272.492 unidades, ante 294.768 do mês anterior. Na comparação com agosto do ano passado, quando as vendas chegaram a 329.143, houve queda de 17,2%. No acumulado do ano as vendas registraram retração de 9,7%, chegando a 2.230.180 unidades ante 2.470.513 vendidas no mesmo período do ano passado. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (4/9) pela associação.

Leia mais notícias em Economia

Moan destacou que será preciso aguardar pelo menos três meses para avaliar a produção e o resultado dos ajustes feitos no estoque e nas vendas no mercado interno. “Este mês tivemos montadoras concedendo férias coletivas, lay-off [supensão do contrato de trabalho], e uma empresa fazendo ajustes técnicos de remodelação da linha. Nossa visão é que a produção está dentro das nossas expectativas e devemos encerrar o ano com o segundo semestre muito melhor que o primeiro”, disse.

As exportações chegaram a 31.651, 7,5% a menos do que as 34.235 unidades do mês anterior. Em relação a agosto do ano passado foram comercializados no mercado externo 50,6% unidades a menos. No acumulado do ano as exportações caíram 38,1%, com 235.431 unidades exportadas de janeiro a agosto deste ano, ante 380.507 do mesmo período do ano passado.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas