SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Taxas futuras de juros sobem com ata conservadora do Copom

Às 9h38, o DI para janeiro de 2017 exibia 13,725%, de 13,720% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2018 estava em 12,22%, de 12,16%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/10/2016 10:10

Agência Estado

Os juros futuros médios e intermediários reagem em alta ao tom considerado mais cauteloso da ata do Comitê de Política Monetária (Copom) nesta terça-feira (25/10). Segundo um operador de renda fixa, pelo teor da ata "ficou meio óbvio" que a próxima ou as duas próximas reduções da Selic serão de 0,25 ponto porcentual.

Após cortar a Selic em 0,25 ponto porcentual para 14% ao ano na semana passada, o Copom voltou a afirmar na ata que eventual intensificação no movimento de corte do juro dependerá da "evolução favorável de fatores".

Leia mais notícias em Economia

Os diretores da instituição argumentam que "a convergência da inflação para a meta para 2017 e 2018 é compatível com uma flexibilização moderada e gradual das condições monetárias".

Às 9h38, o DI para janeiro de 2017 exibia 13,725%, de 13,720% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2018 estava em 12,22%, de 12,16%. O vencimento para janeiro de 2021 estava em 11,10%, mesma taxa do ajuste anterior.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade