SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Governo renova arrendamento de portos

Assinatura, na manhã desta quarta-feira, de prorrogação dos terminais de contêiner de Salvador e de fertilizantes em Paranaguá são os primeiros atos concretos do projeto Crescer

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/11/2016 12:10

Simone Kafruni

O governo deu, na manhã desta quarta-feira, o primeiro passo concreto para destravar a infraestrutura do país, com a assinatura da renovação antecipada de contratos de arrendamento portuário. É o primeiro ato efetivo no âmbito do Projeto Crescer, do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), e prevê investimentos de R$ 850 milhões, com geração de 928 empregos diretos.

Os contratos do Terminal de Contêiner (Tecon) do Porto de Salvador (BA) e do Terminal de Fertilizantes (Fospar) do Porto de Paranaguá (PR) serão prorrogados por mais 25 anos. A renovação antecipada possibilita a injeção de investimentos já no curto prazo, afirmou o ministro dos Transportes, Maurício Quintella. “A criação do Projeto Crescer deu um importante impulso para a retomada da infraestrutura”, disse.

Leia mais notícias em Economia

Com investimentos de R$ 715 milhões e geração de 500 empregos diretos, os recursos do Tecon englobam a construção de um novo cais e píer de 423 metros, a urbanização e a pavimentação parcial da retroárea, com ampliação em 75% da capacidade do terminal. O prazo de contrato foi de 25 anos, passando de 2025 para 2050.

O Fospar terá investimentos de R$ 135,5 milhões e geração de 428 empregos diretos. A extensão do prazo do contrato foi de 25 anos, passando de 2023 para 2048.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade