Tarifa do uso de energia no Brasil é a 14ª mais cara do mundo

A informação é do estudo comparativo de tarifa, realizado pela pela ABRADEE, feito em 28 países

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/11/2016 17:49 / atualizado em 28/11/2016 17:50

A tarifa do uso de energia elétrica residencial no Brasil é a 14ª mais cara e a segunda com maior carga tributária do mundo. Já a tarifa industrial continua sendo a 14ª mais cara e a 7ª com maior carga tributária do mundo, segundo o estudo comparativo de tarifa, realizado pela pela Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (ABRADEE). O estudo foi feito em 28 países.

No item avaliação da qualidade de serviços públicos, o fornecimento de energia elétrica está no Brasil, em média, com 74,4 pontos. Essa pontuação ficou acima da média do países da America Latina, com 72,4%.

 

Leia mais em Economia

 

A boa avaliação está acima, inclusive, da avaliação da população sobre os Correios, sobre o fornecimento de agua, sobre a iluminação pública e sobre a seguraça. É também considerado muito melhor do que o atendimento à população nas repartições publicas e nos postos de saúde e hospitais. 


A qualidade do fornecimento de energia elétrica no Brasil também se mantem em boa posição, se comparado aos países que compoem os Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), com a média de 3,8 pontos (em uma escala de 1 a 7), ficando abaixo apénas da China e da Rússia e se mantendo a frente da África do Sul a Índia.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.