Demanda por transporte aéreo doméstico cresce 2,2% em maio, diz Anac

A demanda por transporte aéreo doméstico de passageiros aumentou 2,2% em maio de 2017 na comparação com o mesmo mês do ano passado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/06/2017 11:03

Ed Alves/CB/D.A Press
A demanda por transporte aéreo doméstico de passageiros aumentou 2,2% em maio de 2017 na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou nesta segunda-feira (26/6), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Este é o terceiro resultado positivo seguido do indicador.

A oferta por transporte aéreo doméstico também cresceu pelo terceiro mês seguido, avançando 2,9% na mesma base de comparação No entanto, com a oferta crescendo em um ritmo mais elevado do que a demanda, a taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos operados por empresas brasileiras recuou 0,5 ponto porcentual (p.p.) em maio na base anual, passando de 78,3% para 77,8%.

A Gol liderou o mercado doméstico no mês passado, com uma participação de mercado, medida pelo indicador de demanda RPK (número de passageiros por quilômetro voado), de 35,1%, acima dos 32,4% de sua principal concorrente, a Latam. A Azul ficou em terceiro lugar, com 18,9% do market share, enquanto a Avianca Brasil registrou 13,1% de participação.

Passageiros e carga


As empresas aéreas nacionais transportaram um total de 7,091 milhões de passageiros pagos no mercado doméstico em maio, alta de 2,2% em relação ao mesmo mês de 2016. Já a carga paga transportada no mercado doméstico foi de 37,3 mil toneladas no quinto mês do ano, um avanço de 10% na base anual.

Consolidado


Nos primeiros cinco meses de 2017, a demanda doméstica acumula alta de 0,5% ante o mesmo período de 2016, enquanto a oferta doméstica recua 0,5% na mesma base de comparação. Com isso, a taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos chegou a 80,2% entre janeiro e maio desse ano, índice 0,7 p.p. superior ao mesmo intervalo do ano passado.

Ao todo, foram transportados 36,565 milhões de passageiros no segmento doméstico no acumulado de 2017 até maio, montante 1% inferior ao verificado nos primeiros cinco meses de 2016. A carga transportada, por sua vez, soma 161,6 mil toneladas, uma queda de 1,8% na mesma base de comparação. 

Internacional


Segundo a Anac, as companhias aéreas brasileiras registraram, em maio deste ano, um avanço de 11,7% na demanda por transporte internacional de passageiros em relação ao mesmo mês de 2016. Já a oferta internacional aumentou 9% na mesma base de comparação.

Com a demanda crescendo num ritmo mais elevado do que a oferta, a taxa de aproveitamento das aeronaves em voos internacionais de passageiros operados por empresas brasileiras aumentou, chegando a 84,3% em maio. O índice é 2,1 pontos porcentuais (p.p.) maior do que o verificado no quinto mês de 2016.

O número de passageiros pagos transportados por empresas brasileiras no mercado internacional em maio deste ano atingiu 618 mil - na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o indicador apresentou alta de 9,1%.

O mercado de voos internacionais operado por empresas brasileiras é atendido basicamente por Latam, Gol e Azul, sendo que, em maio, a Latam respondeu pela maior fatia, de 79,8%. A Azul ficou com o segundo lugar, com 10,3% de market share, superando a Gol, que obteve 9,8%. A Avianca Brasil, por sua vez, respondeu por apenas 0,1% do mercado internacional.

Consolidado


Nos cinco primeiros meses do ano, a demanda internacional acumula alta de 11,1% ante o mesmo período de 2016, enquanto a oferta doméstica aumenta 6,3% na mesma base de comparação. Com isso, a taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos chegou a 85,2% entre janeiro e maio de 2017, índice 3,7 p.p. superior ao mesmo período do ano passado.

Ao todo, foram transportados 3,377 milhões de passageiros no segmento internacional no acumulado do ano até maio, montante 11% superior ao verificado nos primeiros cinco meses de 2016.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.