Decisão sobre metas foi unânime no CMN, diz Dyogo Oliveira

Segundo ele, a partir de agora Brasil seguirá meta mais próxima de padrões internacionais, dando mais credibilidade à política monetária

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/06/2017 10:53

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, disse nesta quinta-feira (29/6), que a decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) em fixar metas menores de inflação para 2019 e 2020 foi tomada de maneira unânime e faz parte de conjunto de ações do governo para adotar no Brasil padrões e metodologias de nível internacional. 

"Assim estamos buscando a adoção de padrões internacionais no controle inflacionário e nas demais ações de política econômica, fiscal e monetária. O objetivo é garantir para o Brasil a retomada do crescimento em nível sustentável a longo prazo e permitir que haja, em decorrência disso, a recuperação do emprego e da renda, e a melhoria da qualidade de vida da população", disse o ministro. 

Segundo ele, a partir de agora Brasil seguirá meta mais próxima de padrões internacionais, dando mais credibilidade à política monetária.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.