Temer viaja para cúpula do Mercosul com a bandeira de resgatar ideais

Na Argentina, peemedebista defenderá a conclusão de acordos comerciais e a abertura de novas frentes com novos países e grupos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/07/2017 19:58

O presidente Michel Temer embarca, na tarde de amanhã, 20 de julho, para Mendoza, na Argentina, onde participará, no dia 21, da 50ª Cúpula do Mercosul, defendendo o resgate do ideário original do bloco.
Atualmente, o país vizinho preside o Mercosul e, no encontro, o Brasil assumirá a batuta ao longo do segundo semestre do ano. No evento, peemedebista anunciará as prioridades do país na presidência rotatória do grupo. “(O presidente) Enfatizará a importância de concluir-se o acordo sobre compras governamentais; a continuidade da eliminação de barreiras ao comércio entre os sócios, a harmonização de normas técnicas e o monitoramento atento da situação na Venezuela”, disse o porta-voz da Presidência, Alexandre Parola.


De acordo com Parola, Temer pretende destacar o compromisso do Brasil com o resgate do ideário original do Mercosul, que é a “vocação para a integração econômico-comercial e para o fortalecimento da democracia e da defesa e promoção dos direitos humanos na região”.

Temer também pretende destacar que espera que as negociações do acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia (UE) seja concluído “o quanto antes”. O porta-voz também destacou que o presidente “assegurará a mesma forma, a atenção da presidência brasileira para as negociações com a Associação Europeia de Livre Comércio, integrada por Noruega, Suíça, Islândia e Liechtenstein”. Outras frentes de diálogo serão destacadas, como com o Canadá e com países asiáticos e fez questão de destacar a Aliança do Pacífico, do qual os Estados Unidos acabou abandonando.

“O presidente atribui, ainda, especial relevância ao movimento de aproximação do Mercosul com os países da Aliança do Pacífico, o que constituirá outra prioridade da presidência brasileira”, destacou. Temer retornará ao Brasil na tarde de sexta-feira.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.