'Falsos pés' da Receita confisca 96 mil pares de tênis em São Paulo

"A Operação Pseudópodes II busca combater o contrabando, o descaminho e o comércio de calçados contrafeitos de diversas marcas", informa a Receita

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/08/2017 14:12

A Receita Federal em São Paulo informou nesta terça-feira (8/8), que deflagrou a segunda fase da Operação Pseudópodes - 'falsos pés' - , e estima uma apreensão de oito caminhões contendo 96 mil pares de tênis falsificados com valor em torno de R$ 7,7 milhões. Pseudópodes II mobilizou dez servidores do Fisco, entre auditores-fiscais e analistas tributários, e ainda agentes da Guarda Civil Metropolitana.


A batida teve como alvo principal a região do Brás, zona de comércio popular da capital paulista. A missão deve seguir até quarta-feira (9/8), e fiscaliza nove estabelecimentos atacadistas e varejistas. Sete pessoas foram conduzidas para a Polícia Federal, para instauração de procedimento criminal. As lojas vão ser lacradas pela Prefeitura, informou a Assessoria de Comunicação Institucional da Receita Federal em São Paulo.

"A Operação Pseudópodes II busca combater o contrabando, o descaminho e o comércio de calçados contrafeitos de diversas marcas", informa a Receita.

O nome da operação faz referência à Operação Pseudópodes deflagrada em abril deste ano, também na região do Brás. Naquela operação, foram apreendidos cerca de 150 mil pares de calçados, avaliados em aproximadamente R$ 8,5 milhões.

 

Leia mais notícias em Economia


O termo pseudópodes, que dá nome à operação, vem do grego e significa 'falsos pés'.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.