Conselho do Ministério Público desiste do aumento de 16% para procuradores

Iniciativa ocorre após os ministros do STF decidirem que não vão aumentar os próprios salários

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/08/2017 17:27

Breno Fortes/CB/D.A Press

 
O Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) desistiu de pedir aumento de 16% para os procuradores. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (10/8), em uma reunião extraordinária convocada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A desistência ocorre após o Supremo Tribunal Federal recuar no aumento do salário dos ministros.

 
Com a decisão da suprema corte de não elevar os salário de seus integrantes, o aumento para os procuradores poderia ser declarado inconstitucional, por conta do teto salarial do serviço público ser baseado no salário dos integrantes da corte.
 
O aumento aos procuradores não estava previsto no orçamento enviado por Janot ao Congresso. No entanto, foi incluído na proposta por iniciativa da nova procuradora, Raquel Dodge.  
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.