Produção industrial mantém reação e sobe 0,8% em julho, aponta IBGE

O resultado foi uma surpresa para o mercado. A mediana das expectativas dos analistas apontava para um crescimento de 0,4%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/09/2017 10:19

A indústria continua dando sinais de reação. Em julho, a produção de manufaturados subiu 0,8% em relação a junho, segundo dados da Pesquisa Industrial Mensal, divulgados nesta terça-feira (5/9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É a quarta alta consecutiva nessa base de comparação.

O resultado foi uma surpresa para o mercado. A mediana das expectativas dos analistas apontava para um crescimento de 0,4%. Ou seja, o desempenho oficial captado pelo IBGE veio acima do dobro das expectativas dos agentes econômicos. Quando comparado ao mesmo período do ano anterior, a produção industrial subiu 2,5%. Outro efeito surpreendente, uma vez que o mercado esperava por uma mediana de 1,80%.


No acumulado em 12 meses, a indústria, no entanto, ainda apresenta queda. Nessa base de comparação, a produção de manufaturados recuou 1,1%. Apesar da variação negativa, é a menor retração neste período de um ano desde julho de 2014. O resultado, na avaliação de economistas, aponta que o pior na indústria ficou para trás.

O resultado mensal aponta que a melhora na indústria veio da indústria de produtos alimentícios, que avançou 2,2% -- terceiro mês seguido de crescimento. Outras contribuições foram atribuídas pelo IBGE à indústria de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis, que subiu 1,9%, e à indústria de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos, que teve alta de 5,9%. Ao todo, de 24 segmentos pesquisados, 14 registraram crescimento.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.