Petrobras eleva GLP industrial em 2,5% e gás de cozinha em 12,2%, em média

Se o aumento for integralmente repassadoao consumidor, a Petrobras calcula que o preço do botijão pode ser reajustado, em média, em 4,2% ou cerca de R$ 2,44 por botijão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/09/2017 12:03

A Petrobras aumenta a partir da quarta-feira, 6, o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) da indústria e do comércio em 2,5%, segundo informe da empresa divulgado nesta terça-feira (5/9). No caso do GLP de consumo residencial em botijões de 13 quilos o aumento do gás de cozinha será de 12,2%, em média, e entra em vigor à zero hora da quarta-feira.

O Grupo Executivo de Mercado e Preços (Gemp) levou em consideração nos ajustes de preços do produto para uso residencial "estoques muito baixos e eventos extraordinários, como os impactos do furacão Harvey na maior região exportadora mundial de gás liquefeito de petróleo", segundo nota da Petrobras.

O ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. Se for integralmente repassado aos preços ao consumidor, a Petrobras calcula que o preço do botijão pode ser reajustado, em média, em 4,2% ou cerca de R$ 2,44 por botijão, "isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos".

A empresa diz que a correção aplicada neste momento não repassa integralmente a variação de preços do mercado internacional e que nova avaliação do comportamento deste mercado será feita pelo Gemp no próximo dia 21 de setembro.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.