Produtos de limpeza caem até 60% nos mercados do Distrito Federal

Pesquisa feita semanalmente pelo Correio constata fortes reduções de preço em itens como sabonetes, detergentes e água sanitária

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/09/2017 08:00

Carlos Moura/CB/D.A Press


Os preços dos produtos de higiene pessoal e de limpeza estão mais baixos. Itens como papel higiênico, sabonete, detergente e água sanitária ficaram mais baratos durante a semana, de acordo com pesquisa realizada pelo Correio em supermercados de Brasília. As quedas podem chegar a 60% em relação à semana anterior, dependendo do produto e do estabelecimento visitado.



O papel higiênico, por exemplo, que custava até R$ 21,59, podia ser comprado nesta semana por até R$ 7,99. Já o sabonete, que estava com preços entre R$ 0,95 e R$ 4,99 a unidade, está custando R$ 0,79 em alguns estabelecimentos. O detergente era encontrado até 40% mais barato em relação à semana passada, com valores variando de R$ 1,19 a R$ 1,99. E a água sanitária saía por R$ 1,96, valor cerca de 60% menor do que anteriormente.

Mesmo com preços mais em conta, boa parte dos consumidores não deixa a economia de lado e procura alternativas para poupar dinheiro até nos produtos de higiene pessoal e nos artigos de limpeza. Para a microempresária Raulina Perfeito, 56 anos, pesquisar muito, sem se apegar a marcas conhecidas, tem sido a opção para não gastar tanto com esses itens da cesta doméstica de consumo. “A gente pensa que o arroz e o feijão são indispensáveis, mas o sabonete e o sabão em pó também são. Para economizar, o jeito é levar para casa a marca mais barata”, disse ela.

Para quem tem disponibilidade de ir todo dia ao supermercado, como a diarista Maria Leite Martins, a alternativa é ficar atenta às promoções. “Sempre tem algum desconto nesses produtos de limpeza ou de higiene pessoal”, contou. Mas Maria adverte que não basta ir a apenas um mercado. “É importante fazer pesquisas em vários deles para conseguir o valor mais baixo”, afirmou.

Especialistas reafirmam a eficiência de alguns métodos adotados, como a de sempre tentar levar o produto mais em conta, por exemplo. Para a educadora financeira Andreza Stanoski, comprar produtos mais baratos, no lugar da marca conhecida, pode ser uma experiência vantajosa. “Vale a pena testar produtos alternativos, principalmente se forem artigos de limpeza. Existem diversas marcas que, às vezes, são da mesma empresa. Você pode levar o produto mais em conta e ter a mesma qualidade do mais caro”, disse.

Família
Na hora das compras, vale também levar uma quantidade maior se a família for grande. De acordo com Andreza, levar uma embalagem maior de shampoo é mais vantajoso do que comprar um frasco para cada membro da família. “Isso é aconselhável, por exemplo, se há três ou mais pessoas na família que consomem o produto. Paga-se menos e todos podem se beneficiar”, disse. Outra dica, para quem tem família grande, é a compra em atacarejos, estabelecimentos que vendem produtos em grande quantidade, geralmente a preços muito mais em conta.



*Estagiária sob supervisão de Odail Figueiredo

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.