Dyogo: governo tem expectativa positiva para leilão de usinas da Cemig

Companhias como a Alupar, Engie e State Grid chegaram a analisar as propostas. A própria Cemig também é aguardada entre os concorrentes do leilão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/09/2017 18:29

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, disse que o governo espera concorrência de empresas interessadas pelas usinas da Cemig, que irão a leilão na próxima quarta-feira (27/9). Na avaliação de Oliveira, a usinas não são mais alvos de impedimentos judiciais. "Estamos com uma expectativa positiva. O leilão está desimpedido. Há interesse de vários grupos. O leilão tende a ser bem exitoso", disse o ministro sem mencionar nomes de interessados.


Companhias como a Alupar, Engie e State Grid chegaram a analisar as propostas. A própria Cemig também é aguardada entre os concorrentes do leilão.

Oliveira afirmou que o governo tem uma expectativa de que os lances pelas usinas de Jaguara, São Simão, Volta Grande e Miranda possam superar os R$ 11 bilhões de arrecadação prevista. "Gostaríamos que fosse mais", comentou o ministro após participar de uma reunião com ministros do Tribunal de Contas da União (TCU).

Oliveira lembrou que as hidrelétricas mineiras ainda são alvo de um processo movido pela Cemig que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF). A ação, no entanto, não impede que o governo realize o leilão, lembrou o ministro.

 

Leia mais notícias em Economia

 

 

Orçamento


O ministro evitou comentar sobre o relatório de despesas e receitas orçamentárias que será divulgado nesta sexta-feira, 22. "Saberemos disso amanhã", disse. O documento, que será encaminhado ao Congresso, definirá o tamanho do desbloqueio do corte de R$ 45 bilhões de despesas do orçamento que foi contingenciado.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.