Objetivo principal do BC é a redução da inflação e busca da meta, diz Ilan

Quando a inflação cai, a renda sobe e a produção vem", comentou o presidente do BC

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/09/2017 13:31

Minervino Junior/CB/D.A Press
A queda da inflação é uma das principais frentes de ação que o Banco Central (BC) usa para as políticas sociais e a redução da pobreza. A avaliação foi feita nesta terça-feira (26/9), pelo presidente da instituição, Ilan Goldfajn, em Brasília. "Temos uma contribuição já clássica do BC para o social e para a redução da pobreza que é o nosso objetivo principal: a redução da inflação e busca da meta", disse, em cerimônia de lançamento do programa "Progredir" de incentivo ao microcrédito para empreendedores. 

"Quando a inflação cai, a renda sobe e a produção vem", comentou o presidente do BC, ao mencionar que a queda dos índices de preço é resultado "de um governo empenhado em políticas econômicas corretas". Ilan citou como exemplo a queda da inflação de alimentos, que chegou a ser de 10% no acumulado de um ano, e atualmente registra queda de 5% em 12 meses. "A queda de alimento é um forte incentivo à renda dos mais pobres."

Para Ilan, a ação que ofertará R$ 3 bilhões por ano para famílias de baixa renda é "a segunda fase de um programa bem-sucedido". "O Bolsa Família é reconhecido no mundo todo como bem-sucedido, mas essa segunda fase é fundamental porque é a saída", disse. 

O presidente do BC notou que o Conselho Monetário Nacional (CMN) já aprovou medida de incentivo à oferta de microcrédito para cadastrados em programas sociais do governo. Para Ilan, essa decisão "incentiva a saída das pessoas do Bolsa Família". 

Ele lembrou que o BC também tem incentivado outras medidas, como a educação financeira.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.